Chegou a NFC-e!

A tão esperada NFC-e em Santa Catarina finalmente chegou! Depois de meses de incertezas finalmente o SEFAZ  definiu as regras e liberou para emissão da NFC-e.

Vale lembrar que já tem alguns anos que a emissão de notas ao consumidor ou o cupom fiscal deixou de ser através da impressora fiscal (ECF) e passou a acontecer através da nota eletrônica NFC-e em quase todos os estados, a única exceção era Santa Catarina.

É importante ressaltar que Santa Catarina continua ainda com regras específicas para o funcionamento deste documento fiscal que estão definidas na legislação do PAF-NFC-e (Programa Aplicativo Fiscal para a Nota de Consumidor Eletrônica) como, por exemplo, a exigibilidade do Bloco X que trata do envio dos dados diários das vendas e o movimento mensal do estoque.

A NFC-e tem a função de informatizar a emissão através da comunicação com a Sefaz a cada venda realizada, de maneira que cada operação fica registrada e poderá ser consultada posteriormente pelo cliente.

Assim como a NF-e, a NFC-e é também representada por um arquivo XML. Porém sua versão amigável ao consumidor é chamada de DANFC-e, ou como alguns conhecem: Espelho da NFC-e.

É possível optar pelo uso da NFC-e sem mesmo ter esgotado a quantidade de reduções Zs da impressora fiscal atual. Muitas empresas estão optando por usar esse equipamento como forma de contigência.

O Sistema ProFIN está devidamente homologado para a utilização em qualquer estado do Brasil, inclusive Santa Catarina e dúvidas poderão ser esclarecidas no telefone de suporte da Infoel Sistemas (49) 3245-7100. 

Fonte: Infoel Sistemas

Postado em 11/05/2021 às 11h05min



Voltar